Sagaranagens de Artur Rimbaud o Traficante de Escravas Brancas


04/08/2006


girassol vindo do sul - presente de cláudia gonçalves

Escrito por artur rimbaud às 15h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

fulinaimânica: jura não secreta

 

quero dizer que ainda arde

tua manhã em minha tarde

a atua noite no meu dia

e tudo em nós que já foi feito

com prazer inda faria

 

quero dizer que ainda écedo

ainda tenho um samba enredo

tudo em nós é carNAval

é só vestir a fantasia

quero ser teu mestre/sala

e você porta/bandeira

quando chegar na quarta-feira

a gente inventa outra fulia

 

artur gomes

http://arturgoms.zip.net

http://carnavalha.zip.net

http://ladygumes.blogspot.com

fulinaíma sax blues poesia

 

nesta questão fulinaíma

não há rima que nos separe

poesia: ou coisa alguma
palavra/arte que assumes

amor suor ou faca de dois gumes

baladas, blues e poesia. entre e ouça:
http://www.soundclick.com/fulinaimasaxbluesepoesia
http://www.soundclick.com/arturgomesfulinaima
http://www.soundclick.com/fulinaimaoutrasvozesoutrasfalas

Escrito por artur rimbaud às 15h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

01/08/2006


Escrito por artur rimbaud às 12h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

cores: luz

 

percebo flores pelo chão

por onde passo

seja leblon arpoador ou ipanema

senegal nova nigéria

quintal da minha casa

makondo cacomonga de onde vim

pomar de frutas lagoa mar

bebo nas águas onde rio

seja qual for a estação

é sempre luz em santa clara

como este nome

afro tupi em minha língua

copacabana araribóia

baía de guanabara

 

artur gomes

http://fulinaimicamente.zip.net

http://arturgomes.zip.net

http://balckbilly.blogspot.com

 


Escrito por artur rimbaud às 12h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

30/07/2006


meu xará Artur Melo Monteiro Vereja figurinha da pá virada

 

pátria a(r)mada

 

só me queira assim caçado

mestiço vadio latino

leão feroz cão danado

perturbando o seu destino

 

só me queira enfeitiçado

veloz macio felino

em couro cru depravado

em tua cama sol à pino

 

só em queira encapetado

profanando àqueles hinos

malando moleque safado

depravando os teus meninos

 

só me queira desalmado

cão algoz e assassino

duplamente descarado

quando escrevo e não assino

 

artur gomes

in couro cru& carne viva

http://balckbilly.blogspot.com

 

 

Escrito por artur rimbaud às 14h22
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: